O Casulo Feliz

O Casulo Feliz

Fios de seda, cortina, tapetes e mantas

Aviamentos Cama, mesa e banho Fios Tecidos

Descrição

Fios de seda, produtos prontos como cortina, tapetes, mantas, e Produtos de Moda.

- Os fios de seda, são elaborados por processos naturais, com minima intervenção de maquinário. Nossa fiação é feita de forma a não haver praticamente nenhum resido dos fios e casulos ao final do processo.
- As cores destes produtos são feitas de forma natural, com tingimento vegetal proveniente de plantas e compostos. Esse processo de tingimento promove a reciclagem e remuneração extra para pequenos empresários e agricultores.
- O Casulo Feliz está inserido no bairro Santa Felicidade, o bairro mais carente da cidade de Maringá, nossos artesões e colaboradores são moradores ou ex-moradores do bairro. Que dentro da empresa viram a possibilidade de ascender socialmente e melhorar a sua qualidade de vida.
- As embalagens, mostruários, são feitas com papéis reciclados, ou com caixas e cones reaproveitados
- Biodegradável
- Manejo sustentável
- Matéria-prima reciclada
- Matéria-prima reutilizada
- Matéria-prima virgem e renovável
- Reciclável
- Reutilizável

O empreendimento mais inovador do Vale da Seda nasceu de uma escolha inusitada. Em uma região que produz fios reconhecidos pela qualidade, a fiação artesanal O Casulo Feliz, de Maringá, optou por usar como matéria-prima justamente os casulos defeituosos, rejeitados pela indústria. E o que era rejeito se transformou em objeto de desejo.

Criada em 1988 pelo zootecnista Gustavo Augusto Serpa Rocha, a empresa tem 30 funcionários e fatura cerca de R$ 3 milhões por ano. Fornece tecido para grifes como Osklen, Animale e Cantão, e peças de decoração e figurino para novelas e minisséries da Globo e da Record.

No início O Casulo Feliz era voltado à área de decoração, com produtos como tapetes e cortinas. Mas deslanchou há uma década, quando entrou para o mundo da alta moda. A venda de tecidos para grifes renomadas representa 60% das receitas. A área de decoração tem 20%, e as vendas para a tevê já respondem por 20%.

“As pequenas imperfeições fazem de cada peça uma peça única, inimitável. O que era defeito vira efeito”, conta Rocha. “Enquanto a seda chinesa sai por R$ 30 ou R$ 40 o metro, a nossa custa mais de R$ 100.”


Biodegradável Eco-friendly Menor impacto ambiental Orgânico

Acesso Ilimitado

Para visualizar o contato dessa e de outras 400 empresas, assine o Modaly e tenha acesso à:

  • Banco de Fornecedores
  • Grupo Privado
  • Lives Exclusivas
  • Biblioteca de Conteúdo
Pague uma vez, tenha acesso por 3 meses
Atualizado em: 4 de Setembro de 2019